11 de novembro de 2018

Momento Zen do dia #32

No restaurante, depois de lhe ser retirado o prato, a Nocas repara que a mesa ficou suja em alguns pontos.
- Ó senhoia, limpa a mesa, favoi!


30 de outubro de 2018

Momento Zen do dia #31

A ver fotos de quando era bebé, a Júlia exclama de repente:

- A sério que tu dantes passavas a ferro?!!



Hoje em dia, o ferro só trabalha quando há um casamento.

24 de setembro de 2018

Um miúdo crescido de... 9 anos

O Xavi fez ontem 9 anos.
Olhando para ele agora não reparo na sua altura, mas na sua maturidade. Sim, eu sei que é um miúdo de nove anos, mas comparando com o ano passado noto que cresceu imenso este ano. E a única palavra que encontro para o descrever é... maduro. Crescido. Mais autónomo. E mais carinhoso. Aquela dureza e revolta que senti nele durante algum tempo, quando entrou para a escola e nasceu a Nocas, aquela crise passou. Penso que estará num daquele períodos abençoados entre crises. Mais maduro, mais carinhoso, mais espontâneo, mais alegre. Mais Xavier. O nosso Xavier.






18 de maio de 2018

Não me importo nada

No caminho para a escola, no outro dia, entrei na brincadeira com eles, com caretas e palhaçadas incluídas. Diz o Xavier:
- Oh mãe, pareces mesmo a avó da Mulan!

Vou tomar isso como um elogio.


2 de maio de 2018

Sem hipótese

No outro dia, ao chegar, o pai encontrou à sua espera um pedaço de torta. Sentou-se a comer e:
Júlia - Falta o garfo, pai!
Ainda eu não tinha acabado de explicar que o pai não precisava porque não tinha por hábito ajavardar tudo com o chocolate, já a Ana trazia da cozinha um garfinho de sobremesa para o pai.
Pronto.

15 de fevereiro de 2018

Piadas do pai

Como deu para ver no mais recente momento Zen, o pai também tem piada.
Ao falar do lançamento do Falcon Heavy, comentei que o Tesla a bordo do foguetão ia para Marte. Pergunta imediata:
- E tem autonomia?

fonte

8 de fevereiro de 2018

Poliglota

Às vezes coloco pequenos recados na lancheira do Xavier para o motivar. No outro dia...
Xavier: Mãe, encontrei os teus bilhetes.
Júlia: Bilhetes para o quê?
Xavier (muito sério, olhando para a irmã): Para o circo.

Tão orgulhosa, o meu filho já está a aprender a sua terceira língua: sarcasmo.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...